Comissão ainda não tem data para concluir investigação sobre contrato da CSO

Criada em março de 2017, com o objetivo de investigar possíveis irregularidades no contrato de prestação de serviços da Prefeitura com a empresa CSO Ambiental, a Comissão Especial de Inquérito (CEI) do Legislativo saltense ainda não sabe quando conseguirá encerrar a análise dos documentos apresentados.

O presidente da CEI, Márcio Conrado, respondeu ao PRIMEIRAFEIRA que são mais de duas mil folhas de inquéritos e muitos documentos, que estariam dificultando o trabalho da comissão. “A comissão está válida até meados de março. A Câmara está em recesso e, por isso, os trabalhos da comissão estão aguardando o retorno dos vereadores. A comissão voltará a se reunir logo em fevereiro e todas as pessoas já foram ouvidas, mas eventualmente as pessoas podem ser convocadas novamente de acordo com a necessidade”, disse.

Conrado, porém, admitiu que, caso haja a necessidade, as investigações poderão ser prorrogadas por mais seis meses, como já havia acontecido em setembro de 2017.